sexta-feira, 7 de setembro de 2018

PDF2DOC - a ferramenta que nos salva...

Sim...
Confesso-me um pouco cansada dos documentos (supostamente de trabalho e para alterar e enriquecer) em formato PêDêÉfe, que nos são disponibilizados.
Um dos recantos na Internet que me fez crescer, e muito, no ensino da matemática (e outras coisas... que tudo o que se está a fazer é um remake de linhas orientadoras que outros países praticam há muito e, também, dos tempos do currículo nacional e do programa de matemática antes do craticismo), foi o do Ontário Canadá (Ministério da Educação) onde, a par dos ditos PDFs, temos versões word facilmente editáveis quando os documentos se destinam ao trabalho dos professores.

Como ainda não consegui esse carinho por parte da nossa tutela, encontrei uma ferramenta muito boa online  (pdf2doc) que preserva a formatação dos documentos e é fácil de utilizar (a não ser quando se colocam extras, como nos documentos do ano passado, que me fizeram gastar tempos infindos a apagar coisinhas aborrecidas espalhadas pelo meio dos textos).

Estou a começar a conversão das aprendizagens essenciais de matemática (felizmente já sem as coisinhas para limpar) e o processo é relativamente rápido. Claro que rápido, mesmo rápido, seria descarregar os documentos em word... em vez de os arquivar como pdf, carregá-los na ferramenta e depois descarregá-los novamente em versão .doc, gastando um tempo desnecessário com tanto que temos para fazer.
Mas pronto... é o que é.

Partilho, para já, as aprendizagens essenciais de matemática do 2.º e 3.º ciclos , que acabei de arquivar na drive do departamento. Se for útil a mais alguém e vos poupar tempo, para além da minha equipa, fico contente.


quinta-feira, 6 de setembro de 2018

ANO (LETIVO) NOVO... NOVOS DOCUMENTOS...

Sejam bem vindos a este espaço que procurarei reativar e manter fresco no presente ano letivo para nos ajudar nas partilhas e facilitar a circulação de informação genérica, que não necessita de ser transformada nas minhas muitas mensagens de correio eletrónico. Entendo a Escola como algo sem muros... e se outras escolas aqui passarem e se sentirem confortadas com alguma informação útil, então a missão de partilha cumpre-se por completo.

Aos novos, votos de que se sintam bem acolhidos pelo departamento e guardem boas memórias da vossa passagem por esta equipa... Aos velhos (vá... repetentes), votos de que continuem a sentir-se bem no ninho que temos vindo a construir desde há alguns anos. A todos o excelente ano de trabalho!

Ora bem, já sabemos, seria difícil começar o ano sem nova legislação (saída em agosto), com pedidos novos que implicam a construção de sempre mais e novos documentos. É o caso da portaria 223 (aconselho a leitura) que poderá vir a implicar "acrescentos" aos critérios de avaliação que já estavam razoavelmente definidos, depois do intenso trabalho em julho com as várias equipas curriculares do departamento. Mas como alguns aspetos das indicações não são claros, vamos pedir esclarecimentos, para não gastarmos (perdermos) tempo a fazer algo que depois terá de ser corrigido.
Trabalhar, sim, mas com sentido e eficácia... fazer e desfazer, não.

Quanto às aprendizagens essenciais, começo por vos deixar aqui a ligação para todas as homologadas (Ensino Básico). Elas serão a base do nosso trabalho, completadas, é claro, pelo Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória (horizonte de todo o trabalho desenvolvido com os nossos alunos), bem como todos os restantes documentos enquadradores e legislação.

Saliento aqui algumas ligações relevantes que vos podem ajudar:

Legislação


Textos/documentos de apoio:

ENSINO BÁSICO

PARA A CONSTRUÇÃO DE APRENDIZAGENS ESSENCIAIS BASEADAS NO PERFIL DOS ALUNOS

Documentos Curriculares em vigor: As Aprendizagens Essenciais foram construídas a partir dos documentos curriculares existentes (quadro sínteseensino básico/ensino secundário), que se mantêm em vigor.
Na próxima entrada vamos dedicar-nos às Aprendizagens Essenciais com mais detalhe e, claro, aos critérios de avaliação.

imagem encontrada aqui




segunda-feira, 27 de março de 2017

Árvore poética: quando as ciências e a poesia dão as mãos

Atividade  dinamizada pelos professores de 2.º ciclo de Ciências Naturais  em articulação com os professores de Português. De modo a comemorar em simultâneo o dia da floresta e da poesia.
Os alunos na disciplina de Português escreveram o poema dedicado à natureza que foi exposto posteriormente no mural criado para o efeito.
Para enriquecer os espaços verdes foi plantado um arbusto pelas turmas nas aulas de Ciências Naturais e Português.









segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Uma aula, uma aluna com dúvidas, um telemóvel e uma história

Foi dia de "questões de aula"... três expressões numéricas e dois exercícios em formato de equação (5.º ano). Há que ir percebendo se as dúvidas estão a ser colocadas/esclarecidas e através do feedback rápido permitir aos alunos o reconhecimento de dificuldades atempadamente, a correção de desvios e o esclarecimento de dúvidas.

Recolho as respostas, arrumamos tudo, preparam-se para sair. Toca. Duas alunas ficam para o fim e vêm conversar um pouco sobre a dificuldade que ainda sentem na resolução de expressões numéricas de forma mais estruturada, respeitando as regras operatórias.

Lembrei-me de um dos vídeos da Edutopia sobre a "flipped classroom" (uma das publicações anteriores) onde um dos autores contava que havia pedido a um aluno para o filmar com o seu telemóvel resolvendo um exercício e...
... alguma de vocês tem um telemóvel que filme com alguma qualidade? A L. tinha. Fizemos alguns takes (num enganei-me, no outro o espaço de memória acabou e foi preciso apagar coisas) e, por fim, lá conseguimos um segmento artesanal, simples, meio tremido, mas sem falhas.

Consegues enviar-me o vídeo?
A professora tem facebook?

Dei-lhes o nome para me procurarem (apontaram-no por escrito no telemóvel) e à tarde tinha o convite para nos adicionarmos, e a mensagem com o vídeo. Coloquei-o no canal do departamento de matemática e ciências experimentais e partilhei-o no blogue da salinha de estudo que estou a tentar reativar (precisa de outra organização, mas lá iremos). No facebook dei-lhe a notícia em primeira mão com o link para assistir ao vídeo.


É para continuar... e gostaria que fossem eles também a produzir algumas das explicações.
Vamos ver como corre...

(Aos vídeos juntarei pequenos segmentos feitos com uma aplicação chamada "show me")


Flipped classrom... ou de como tornar o vídeo um recurso e telemóveis/tablets ferramentas da aula

Vale a pena aprofundar, acrescentando mais elementos ao que já vamos fazendo.

Ver AQUI a reportagem e o vídeo 5 .

Aqui podem encontrar mais vídeos da série Flipped classroom (Edutopia)




E, já agora, partilho um outro vídeo para arrancarmos em força com as ideias no lugar (como os jovens aprendem?):


terça-feira, 20 de setembro de 2016

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Novidades no MAT9

Passem por lá!